quinta-feira, 30 de outubro de 2014


QUEM PASSAR ALGUM DO SEU TEMPO NA BIBLIOTECA, A LER, A INFORMAR-SE, CORRE O RISCO DE SER MENOS IGNORANTE. PENSE, ANTES DE TOMAR ESSA DECISÃO

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Concurso Literário - Um poema para Rómulo de Carvalho

Sejam bem vindos ao novo ano letivo!
Relançamos o concurso literário "Um poema para Rómulo de Carvalho", alertando para algumas alterações ao regulamento, nomeadamente, a forma de submissão dos trabalhos.
Os poemas já apresentados, mantêm-se a concurso.

“Um poema para Rómulo de Carvalho”

Regulamento do Concurso Literário


Objetivos
1º  Dar a conhecer Rómulo Vasco da Gama de Carvalho, um português que foi um ilustre químico, pedagogo, divulgador de ciência e também poeta, sob o pseudónimo de António Gedeão.
2º  Promover a aprendizagem e o conhecimento das ciências em ponte com a escrita poética.

Destinatários
3º  Este concurso é dirigido a toda a comunidade educativa do Conservatório de Música do Porto. Podem concorrer os alunos inscritos em qualquer regime (integrado, articulado e supletivo), corpo docente e não docente, pais e encarregados de educação deste estabelecimento de ensino.
Apresentação dos trabalhos
4º  Os trabalhos apresentados a concurso serão divididos nas seguintes categorias:
- Categoria 1 – textos de alunos a frequentar o 1.º CEB;
- Categoria 2 – textos de alunos a frequentar o 2.º CEB;
- Categoria 3 – textos de alunos a frequentar o 3.º CEB;
- Categoria 4 – textos de alunos a frequentar o Ensino Secundário, encarregados de educação, docentes e não docentes.
5º  A participação no concurso é individual.Cada participante poderá apresentar até 3 (três) textos a concurso.
6º  O conteúdo dos trabalhos apresentados deve estar relacionado com as temáticas desenvolvidas no projeto "Pontes Musicais para as Ciências Naturais”: Sol, Mar, Floresta e História.
7º  Cada trabalho não poderá exceder os 4000 (quatro mil) carateres.
8º  Os textos deverão ser entregues num envelope, com a inscrição do pseudónimo no espaço destinado ao remetente, contendo no interior o texto a concurso em suporte de papel e um envelope fechado onde constará a identificação do concorrente.
9º  Os trabalhos devem ser identificados com: a categoria a que concorre, um pseudónimo, título do poema, identificação do autor, idade e indicação do ano e turma que frequentam no CMP (no caso dos alunos).
10º  Para se assegurar o anonimato, será atribuído um número a cada candidatura.

Prazo da receção dos trabalhos

11º O prazo de submissão dos trabalhos estende-se desde a data da divulgação deste regulamento até ao próximo dia 10 de novembro - Dia Mundial da Ciência ao Serviço da Paz e do Desenvolvimento.

Júri e critérios de seleção

12º  Os trabalhos serão avaliados por um júri, com um número ímpar de elementos, a designar pela equipa coordenadora do projeto "Pontes Musicais para as Ciências Naturais" e pela Professora Bibliotecária do CMP.
13º  Os trabalhos serão avaliados tendo em conta os seguintes parâmetros: correção da escrita, riqueza de conteúdo, originalidade da abordagem ao tema.
14º  Não haverá recurso das decisões do júri.
15º  Caberá ao júri decidir sobre os casos omissos neste regulamento.

Prémios e divulgação dos resultados

16º  Os poemas vencedores, nas várias categorias, serão anunciados no mês de dezembro de 2014, durante o sarau, que irá realizar-se em data a anunciar.
17º  O nome dos vencedores será divulgado nos blogues “Pontes musicais… com as ciências naturais” http://pontesmusicais.apeecmp.org e da Biblioteca do CMP http://bibliocmp.blogspot.pt
18º  Reserva-se o direito de os textos serem divulgados publicamente, quer nos blogues referidos anteriormente, quer em sessões públicas a agendar.

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Resultados do concurso "Um poema para Rómulo de Carvalho"

Informa-se todos os interessados que os resultados referentes ao concurso literário  "Um poema para Rómulo de Carvalho" não foram publicados em virtude de a apresentação final do projeto "Pais com ciência" ter sido adiada para o próximo ano letivo em data a divulgar.
Agradece-se a todos os participantes o interesse demonstrado.
boas férias

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Um Concerto... de leitura, em família

Na sequência do desafio lançado pela equipa do Porto a Ler+, o Dia Internacional da Família foi assinalado nesta biblioteca, pela turma do 8º A da professora Lina Tavares, que propôs aos encarregados de educação uma partilha de leituras. As famílias foram convidadas  a escolher um texto do seu agrado para ler, por sua vez, a turma preparou um trecho de O Principezinho que ilustrou com canções, dirigidas pelo professor João Pedro de Classe de Conjunto.
As escolhas foram variadas e riquíssimas. Autores portugueses e estrangeiros, prémios Nobel, contos tradicionais e jogos tiveram lugar num concerto de leitura. Pais, mães, avós, irmãos, professores e assistente operacional, juntaram música e literatura na mesma partitura.
Agradecemos a presença da representante da equipa do Porto a Ler+, Dra. Isabel Magalhães.
Divulgamos aqui a "Mensagem à família" de Eugênia Puebla pedagoga argentina, especialista de educação em valores humanos.

Mensagem à Família

Na educação dos nossos filhos
todo o exagero é negativo.
Responda-lhe, não o instrua.
Proteja-o, não o cubra.
Ajude-o, não o substitua.
Abrigue-o, não o esconda.
Ame-o, não o idolatre.
Acompanhe-o, não o leve.
Mostre-lhe o perigo, não o atemorize.
Inclua-o não o isole.
Alimente suas esperanças, não as descarte.
Não exija que seja o melhor, peça-lhe para ser bom e dê o exemplo.
Não o mime em demasia, rodeie-o de amor.
Não o mande estudar, prepare-lhe um clima de estudo.
Não fabrique um castelo para ele, vivam todos com naturalidade.
Não lhe ensine a ser, seja você como quer que ele seja.
Não lhe dedique a vida, vivam todos.
Lembre-se de que o seu filho não o escuta, ele olha-o.
E, finalmente, quando a gaiola do canário se quebrar, não compre outra...
Ensine-o a viver sem portas.
Eugênia Puebla

Experimentem, desembrulhar um rebuçado
 apenas com uma mão. Para a tarefa ser bem sucedida as duas mãos são necessárias. Do mesmo modo, Escola e Família são imprescindíveis na educação de uma criança.

Tal como nos confidenciou, a professora Lina Tavares
 há muito que pretendia uma atividade com este formato.

 “Há concertos de música. Por que não concertos de leitura?”
Rubem Alves

Foi um dia da Família muito especial! Celebrado com um “Concerto de Leitura em Família”!
Muitas vontades se uniram para que este momento mágico acontecesse. “Deus quer, o homem sonha, a obra nasce” sentencia o grande poeta na sua Mensagem. A turma A do 8º Ano sonhou, empenhou-se, mobilizou os familiares e… o Concerto de Leitura aconteceu realmente.

Para os alunos, foi uma oportunidade ímpar para aprofundarem o texto de Saint- Exupéry, para compreenderem que a felicidade está na arte de saber apreciar as coisas simples da vida; para refletirem no mistério da palavra “cativar”, a base da verdadeira amizade; para perceberem a importância da capacidade de sonhar e de ver o que não é visível… E para partilharem esta bela mensagem com os seus avós, pais, irmãos.

Para os pais que cuidadosamente procuraram o “seu” melhor texto e que o leram de forma expressiva “à volta da fogueira” e, também, para todos os demais presentes, pais e familiares, que, embora não participando nas leituras, marcaram a sua empenhada e significativa presença, este encontro (pelos ecos de entusiasmo e reconhecimento que nos foram chegando e que recebemos de braços abertos) constituiu uma experiência que perdurará carinhosamente nas memórias da vida escolar dos seus “meninos e meninas”.   

Nós, professores, que preparámos com muito entusiasmo todo o contexto, ora a logística da biblioteca, ora a preparação da leitura, ora a participação coral, reforçámos a ideia de que as famílias são a nossa parceria de excelência na mediação dos hábitos de leitura, enquanto espaço afetivo e de fruição, e de que a música (e o canto), com o seu poder catalisador, valoriza indelevelmente a força da palavra; ao mesmo tempo, congratulámo-nos por reunir no espaço escolar, num ambiente acolhedor e informal, alunos e famílias à volta dos livros (e com os livros em volta).

Conjugámos o verbo ler, celebrámos a família, estreitámos laços…

Lina Tavares






quarta-feira, 23 de abril de 2014

LEITURAS DE MIM - exposição na Biblioteca


 ?  O que é livro-jogo,  livro-matéria,  livro-ação,  livro-cartaz,   livro-sussurro, livro-filme, livro-escultura, livro-espaço ?

Venham descobrir na biblioteca.



A turma do 3º ano da Professora Felisbina Antunes participou numa oficina da Fundação de Serralves e o resultado está à vista na biblioteca do Conservatório.
"Tendo como ponto de partida a colecção de Livros de Artista da colecção de Serralves, propõe-se uma atenção especial à forma, ao conteúdo, aos materiais e às técnicas utilizadas na elaboração de um livro" Joana Nascimento; Sofia Santos (monitoras da oficina)

DIA MUNDIAL DO LIVRO E DOS DIREITOS DE AUTOR

Na nossa biblioteca celebrou-se este dia, LENDO.




                                                       


As leituras que trocámos tinham o sabor das viagens que cada um fez no silêncio do seu sítio.



quarta-feira, 2 de abril de 2014

CONTINUA A LER!

Sem autores não há livros. E sem leitores? 
Hoje, Dia Internacional do Livro Infantil, deixamos aqui um motivo de reflexão para quem é leitor/a ou não.
Na nossa biblioteca fizemos uma selecção especial de livros e divulgamos a mensagem de Siobhán Parkinson, autora, editora, tradutora, distinguida com o prémio Children´s Laureate of Ireland, que escreve uma carta às crianças de todo o mundo. Sugerimos ainda que conjugues o verbo "ABRILER", lendo.




Cartaz do IBBY


No dia 2 de abril comemora-se em todo o mundo o nascimento de Hans Christian Andersen. A partir de 1967, o dia 2 passou a ser designado por Dia Internacional do Livro Infantil, chamando-se a atenção para a importância da leitura e para o papel   fundamental dos livros para a infância.

Para assinalar o dia, a Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas convidou a ilustradora Ana Biscaia, vencedora do prémio Nacional de Ilustração do ano passado, para criar a imagem do cartaz deste ano.

CONTINUA A LER!

segunda-feira, 31 de março de 2014

Um poema para Rómulo de Carvalho




No mês da Poesia, do Teatro, da Árvore e da Primavera tudo se conjuga para nos dispormos à arte nas suas mais variadas formas. A escrita é uma delas. Por isso lançamos aqui mais um desafio: escreve


UM POEMA PARA RÓMULO DE CARVALHO


consulta o regulamento aqui ao lado

quarta-feira, 26 de março de 2014

Vencedor do Concurso "Uma canção de amor para Lucas e Pandora"


O vencedor do concurso "Uma canção de amor para Lucas e Pandora" é ...
Rui Luís Costa, pai da Rita Magalhães Costa, do 1º ano, (carinhosamente tratada por Ritinha).
Muitos Parabéns.
A canção será apresentada na peça de teatro "Romance de Lucas e Pandora" a levar à cena no final do ano.
A equipa da biblioteca agradece a participação e o esforço dos outros concorrentes.

sexta-feira, 21 de março de 2014

Dia da Poesia

     No âmbito do dia da Poesia o Departamento de Línguas promoveu um momento de Poesia na sala dos professores, momento que se repetirá esta tarde para os alunos.
    Foi declamado o poema «Toda a poesia é luminosa» de Eugénio de Andrade nas várias línguas (inglês, francês, alemão, italiano e português).

     Os alunos do 3º ano da Professora Felisbina Antunes declamaram os poemas: «Lágrima de preta» de António Gedeão, «Fala a preguiça» e «Animais de estimação» de Álvaro Magalhães e «Eu quero uma nova palavra» de João Pedro Mésseder.

"Ao toque, toca a ler" ouviu-se poesia em todas as turmas do Conservatório. 


Dia da Poesia e da Árvore


CORTAR

Cortaram uma árvore
E a Terra chorou

Cortaram outra árvore
E a Terra chorou

E tantas árvores mais...

E a Terra chorou
Chorar tanto também cansa
Quem pode enxugar as lágrimas
Da Terra cansada?

Nem as mãos de uma criança...

                                   Matilde Rosa Araújo 
                                   Porto, Liv. Civilização, 1994

sexta-feira, 7 de março de 2014

Concurso «Uma canção de amor para Lucas e Pandora»

Exmos. Pais e Encarregados de Educação
....
Lembramos que ainda há este fim de semana para dar largas à inspiração e à poesia. Os trabalhos devem ser entregues na biblioteca durante o próximo dia 10 de março.
 ... 
Obrigada

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

O elefante cor-de-rosa

     "O elefante cor-de-rosa" de Luísa Dacosta, é uma proposta de leitura para as turmas do 2º e do 3º ano do 1ºCEB, que vai poder viajar, nas orelhas ou na tromba de um elefante, ou até, quem sabe, apanhar boleia de um cometa que vai rasar num "berlinde azul" a que se chama Terra.